Steve Jobs, Pio XI e Calvin

“Lembrar que eu estarei morto em breve é a ferramenta mais importante que eu encontrei para me ajudar a fazer grandes escolhas na vida. Por que quase tudo – todas as expectativas externas, todo o orgulho, todo o medo de se envergonhar ou de errar – isto tudo cai diante da face da morte, restando apenas o que realmente é importante. Lembrar que você vai morrer é a melhor maneira para eu saber evitar em pensar que tenho algo a perder. Você já está nu. Não há razão para não seguir o seu coração.”

.

Steve Jobs e o Papa Pio XI? O que tem a ver? Leia até o final o artigo da Zenit abaixo, sobre notícia publicada no L’Osservatore Romano, e descubra. Calvin vai no final no post.

Jornal vaticano recorda Steve Jobs como “visionário” da tecnologia e da arte

ROMA, 06 Out. 11 (ACI/EWTN Noticias) .- O jornal vaticano L’Osservatore Romano (LOR) recordou o fundador da companhia Apple e inventor do Ipod, Steve Jobs, falecido ontem 5 de outubro, como um “visionário que uniu a tecnologia e a arte”.

Em um artigo titulado “O talento de Mr. Apple”, LOR assinala que Jobs – falecido aos 56 anos de idade depois de vários lutando contra o câncer de pâncreas- “foi um dos protagonistas e símbolos da revolução do Silicon Valley”, o lugar nos Estados Unidos onde estão todas as principais empresas informáticas.

Esta revolução, diz o artigo, também foi uma “revolução de costumes, de mentalidades, de cultura. Revolução filha, mas não herdeira, dos não-preconceituosos anos 70”.

Jobs, prossegue o texto, “foi um visionário que uniu a tecnologia e a arte. Certo, não era um técnico nem um empreendedor. Não era um desenhista nem um matemático. Tampouco era o clássico nerd da informação nem homem de espetáculo. Pirata ou pioneiro? Será a história quem o diga. Enquanto isso ficam suas geniais criações”.

Papa Bento XVI postando no Twitter com IPad

De “gravidez não desejada” a gênio

Steve Jobs nasceu em 24 de fevereiro de 1955 e foi dado em adoção por sua mãe biológica, Joanne Simpson, porque seu pai se opôs à sua relação com Abdulfattah John Jandali, de origem síria e pai biológico do Steve.

Joan e Abdulfattah se casaram depois da morte do avô de Steve. O casal teve uma filha e tentou recuperar o menino, mas legalmente foi impossível.

Jobs, criado por um casal de classe trabalhadora, fundou a empresa Apple com Steve Wozniak em 1976 na garagem de sua casa. “Em apenas dez anos a sociedade chegou aos Leia mais deste post

%d blogueiros gostam disto: