Quatro características da religião medieval

Missal Weingarten, iluminura sobre pergaminho, cerca de 1210, 29,2×20,3 cm, Pierpoint Morgan Library, NY

A religião cristã, por muito fiel que seja a si própria e por mais unida que esteja à sua Tradição, adquire, no entanto, matizes peculiares de acordo com cada época. Hoje, no catolicismo francês, enfatiza-se mais o aspecto social do Credo, o necessário retorno às fontes bíblicas e patrísticas, e um conhecimento mais profundo da liturgia. Durante os grandes séculos medievais, observam-se também algumas características, quatro das quais mais acentuadas.

A primeira e a mais essencial é o caráter profundamente escriturístico da vida religiosa. A Sagrada Escritura, a Bíblia, é sem dúvida alguma conhecida pela generalidade dos homens, ao menos por alto. Nos conventos e nas universidades lêem-se muitos outros textos, especialmente os dos Padres da Igreja e em particular Santo Agostinho, mas o que o conjunto dos fiéis conhece é o Leia mais deste post

Schubert – Ave Maria (c/ tradução)

gifvideos

Ave Maria! Jungfrau mild,

Ave Maria, Doce Virgem,

Erhöre einer Jungfrau Flehen,

atende o rogo de uma donzela que te implora;

Aus diesem Felsen starr und wild

desta rocha abrupta e selvagem

Soll mein Gebet zu dir hin wehen.

minha oração eleva-se para ti.

Wir schlafen sicher bis zum Morgen,

Faz com que possamos dormir seguros até a aurora,

Ob Menschen noch so grausam sind.

apesar da crueldade dos homens.

O Jungfrau, sieh der Jungfrau Sorgen,

Ó, Virgem, olha as penas desta donzela,

O Mutter, hör ein bittend Kind!

ó mãe, escuta esta jovem suplicante!

Ave Maria!

Ave Maria!

Ave Maria! Unbeflekt!

Ave Maria! Virgem imaculada!

Wenn wir auf diesen Fels hinsinken

Quando nesta rocha devamos adormecer

Zum Schlaf, und uns dein Schutz bedeckt,

e nos cubra teu manto protetor,

Wir weich der harte Fels uns dünken.

parecer-nos-á suave a sua dureza.

Du lächelst, Rosendüfte wehen

Quando sorris, aromas de rosas

In dieser dumpfen Felsenkluft.

perfumam esta áspera paragem.

O Mutter, höre Kindes Flehen,

Ó mãe, escuta a súplica desta jovem!

O Jungfrau, eine Jungfrau ruft!

Ó Virgem, uma donzela te implora!

Ave Maria!

Ave Maria!

Ave Maria! Reine Magd!

Ave Maria, Virgem pura!

Der Erde und der Luft Dämonem,

Os demônios da terra e do ar

Von deines Auges Huld verjagt,

presos pela nobreza do teu olhar,

Sie können hier nicht bei uns wohnen.

não podem alojar-se junto a nós.

Wir wolln uns still dem Schicksal beugen,

Nós curvamo-nos docilmente ao destino

Da uns dein heilger Trost anweht;

já que tu nos envias teu santo consolo.

Der Jungfrau wolle hold dich neigen,

Escuta, Virgem, a humilde oração

Dem Kind, das für den Vater fleht!

desta donzela que te implora por um pai!

Ave Maria!

Ave Maria!

gifvideos

twitter_bird_follow_me

.

%d blogueiros gostam disto: