Tomás responde: A doutrina sagrada é mais excelente que outras ciências?

Peter_Paul_Rubens_-_Sao_Jeronimo

Peter Paul Rubens (1577-1640), São Jerônimo

Parece que a doutrina sagrada não é mais excelente que outras ciências:

1. Com efeito, a certeza faz parte da excelência da ciência. Ora, as outras ciências, cujos princípios não podem ser postos em dúvida, parecem ser mais certas do que a doutrina sagrada, cujos princípios, os artigos de fé, admitem a dúvida. Logo, as outras ciências parecem mais excelentes.

2. Ademais, é próprio de uma ciência inferior tomar emprestado a uma ciência superior: como a música faz em relação à aritmética. Ora, a doutrina sagrada toma emprestada alguma coisa às doutrinas filosóficas. Jerônimo diz numa carta a um Grande Orador de Roma, que os antigos doutores: “Rechearam seus livros de tal quantidade de doutrinas e de máximas de filósofos que não sabemos o que mais admirar: se a erudição das coisas do mundo, ou a ciência das Escrituras”. Logo, a doutrina sagrada é inferior às outras ciências.

EM SENTIDO CONTRÁRIO, as outras ciências são chamadas suas servas, como lemos no livro dos Provérbios (9, 3): (a Sabedoria) “enviou suas servas a clamar nos altos da cidade”.

RESPONDO. Como esta ciência é a um só tempo especulativa e prática, ultrapassa todas as outras, tanto as especulativas como as práticas. Entre as ciências especulativas deve-se considerar como a mais excelente aquela que é mais certa ou a que tem a matéria mais excelente. Ora, sob esse duplo aspecto, a doutrina sagrada supera as outras ciências especulativas. É a mais certa, porque as outras recebem sua certeza da luz natural da razão humana, que pode errar; ao passo que ela recebe a sua da luz da ciência divina, que não pode enganar-se. E ela tem a matéria mais excelente, pois se refere principalmente ao que, por sua sublimidade, ultrapassa a razão, ao passo que as outras disciplinas consideram apenas o que está sujeito à razão.

Entre as ciências práticas, a mais excelente é a que está ordenada a um fim mais alto como acontece com a política em relação à arte militar, pois o bem do exército está ordenado ao bem da cidade. Ora, o fim desta doutrina, como prática, é a bem-aventurança eterna, à qual se ordenam todos os outros fins das ciências práticas, Portanto, é claro que sob qualquer dos ângulos, a ciência sagrada é a mais excelente.

Quanto às objeções iniciais, portanto, deve-se dizer que:

1. Nada impede que aquilo que é mais certo por sua natureza, seja para nós menos certo devido à fraqueza de nosso intelecto, que se encontra, como se diz no livro II da Metafísica, “diante das mais altas evidências das coisas como o olhar da coruja em face da luz do sol”. A dúvida que pode surgir em alguns a respeito dos artigos de fé não deve ser atribuída à incerteza das coisas, mas à fraqueza do intelecto humano. Apesar disso, o menor conhecimento relativo às coisas mais elevadas é mais desejável do que uma ciência muito certa das coisas menores, como se diz no livro I Sobre os animais.

2. A ciência sagrada pode tomas emprestada alguma coisa às ciências filosóficas. Não que lhe seja necessário, mas em vista de melhor manifestar o que ela própria ensina. Seus princípios não lhe vêem de nenhuma outra ciência, mas de Deus imediatamente, por revelação. Por conseguinte, ela não toma emprestado das outras ciências como se lhe fossem superiores, mas delas se vale como de inferiores e servas, como as ciências arquitetônicas se valem das que lhes são auxiliares; ou a política, da arte militar. Que a ciência sagrada se valha das outras ciências, não é por uma falha ou deficiência sua, mas por falha de nosso intelecto. A partir dos conhecimentos naturais, de onde procedem as outras ciências, nosso intelecto é mais facilmente introduzido nos objetos que ultrapassam a razão e são a matéria desta ciência.

Suma Teológica I, q.1, a.5

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: