Tomás responde: Deus pode mover a vontade criada?

Andrea Mantegna (1431-1506), Agonia no Getsêmani (cerca de 1460)
“…contudo, não seja como eu quero, mas como tu queres!” (Mt 26,39)

Parece que Deus não pode mover a vontade criada:

1. Com efeito, tudo o que é movido de fora é coagido. Ora, a vontade não pode ser coagida. Logo, não pode ser movida de fora. Desse modo, Deus não pode movê-la.

2. Além disso, Deus não pode fazer com que as contraditórias sejam verdadeiras ao mesmo tempo. Ora, isso resultaria se ele movesse a vontade, pois, ser movido voluntariamente é ser movido por si próprio e não por outro. Logo, Deus não pode mover uma vontade.

3. Ademais, o movimento é atribuído ao motor muito mais que ao que é movido, razão pela qual não se atribui o homicídio à pedra, mas àquele que a atira. Se pois Deus move a vontade, segue-se que as obras voluntárias do homem não lhe serão imputadas nem para o mérito nem para o demérito, o que é falso. Por conseguinte, Deus não move a vontade.

EM SENTIDO CONTRÁRIO, diz-se na Carta aos Filipenses: “É Deus quem opera em nós o querer e o fazer” (2,13).

Assim como o intelecto é movido pelo objeto e por aquele que deu a potência intelectiva como foi dito, assim também a vontade é movida pelo objeto, que é o bem, e por aquele que cria a potência volitiva. Ora, a vontade pode ser movida por um bem qualquer, como por um objeto, mas só Deus é capaz de movê-la de maneira suficiente e eficaz. Algo, na verdade só pode mover de maneira suficiente se sua potência ativa exceder, ou pelo menos igualar, a potência passiva do que é movido. A potência passiva da vontade abrange o bem em sua universalidade, porque seu objeto é o bem universal, assim como o objeto do intelecto é o ente universal. Ora, todo bem criado é um bem particular, só Deus é o bem universal. Daí que somente Deus preenche a vontade e a move suficientemente, como objeto.

Da mesma forma, só Deus é causa da potência volitiva. O querer, na realidade, nada mais é que certa inclinação para o objeto da vontade, ou seja, o bem universal. Ora, inclinar para o bem universal é próprio do primeiro motor, pois a ele corresponde o fim último. Assim, nos negócios humanos, é próprio daquele que preside à multidão dirigir para o bem comum. Portanto, de um e outro modo é próprio de Deus mover a vontade, mas principalmente do segundo modo inclinando interiormente.

[Nota: O que pode mover a vontade? Antes de mais nada, o objeto, na medida em que é percebido e julgado bom pelo sujeito e para ele. Mas também a própria vontade, que é o próprio princípio de seu movimento para o objeto (cf. r. 2: “ser movido voluntariamente é o ser por si mesmo, por um princípio interior”). Do ponto de vista do objeto, é por ser o Bem universal que Deus dá a um bem particular seu poder de atração. Poder que não é suficiente para forçar a se voltar para esse objetivo particular uma vontade especificada pelo Bem universal. Do ponto de vista da inclinação que a vontade se dá a si mesma para um objeto particular, ela é uma aplicação (não necessária) a esse objeto da inclinação ao Bem universal que é a própria natureza da vontade. Ora, Deus é o criador dessa inclinação, ele a faz passar ao ato e a coloca em prática mediante as escolhas particulares do livre-arbítrio].

Quanto às objeções iniciais, portanto, deve-se dizer que:

1. Se diz que é coagido o que é movido por outro contra sua inclinação própria; mas, se for movido por outro que lhe dá sua inclinação própria, não se fala de coação. Por exemplo, o corpo pesado movido para baixo pelo que o empurra não é coagido. Dessa maneira, Deus, movendo a vontade, não a coage, porque dá a ela sua inclinação própria.

2. Ser movido voluntariamente é ser movido por si mesmo, ou seja, por um princípio intrínseco: mas este princípio intrínseco pode provir de outro princípio extrínseco. Assim, mover a si próprio não repugna àquilo que é movido por outro.

3. Se a vontade fosse movida por outro de tal maneira que não movesse a si própria de nenhuma maneira, suas obras não seriam imputadas nem para o mérito nem para o demérito. Contudo, como o fato de ser movida por outro não exclui que possa se mover por si própria, como se disse, isso não tira a razão de mérito ou de demérito.

Suma Teológica I, q.105, a. 4

Anúncios

3 Responses to Tomás responde: Deus pode mover a vontade criada?

  1. NADA ACONTECE POR ACASO “ACASO” NÃO EXISTE, TUDO É PROVIDÊNCIA DIVINA.
    PAZ E BEM!

  2. luiz camacho says:

    PUXA ! COMO PRECISAMOS TER A AJUDA DE SAO TOMAS DE AQUINO !

  3. Salviano Adão says:

    MUITO BOM! Eu acredito que Deus criou o homem e deixou o manual de instrução, a “BÍBLIA SAGRADA!” A BÍblia é a divina revelação da palavra de Deus e não produtos enlatados, eu costumo dizer que: “As pessoas precisam parar de comer tudo o que dão. E começar a questionar! ” Alguém escuta alguma coisa de alguém, e saem falando, sem questionar, sem saber se é verdade ou não. As pessoas precisam se perguntar! Será que a minha crença esta de acordo com a lei de Deus? Será que a religião que eu nasci sempre me falou a verdade? Quando uma pessoa morre pra onde ela vai? Ela volta? Existe purgatório? A bíblia apoia o homossexualismo? Quem não herdara o reino de Deus? O que devo saber sobre idolatria, imagens e escultura? O que a bíblia realmente fala sobre idolatria, imagens e escultura? É mais fácil seguir a tradição que nasci, do que procurar saber a verdade que a minha bíblia vai me dizer? O que devo saber sobre o único batismo? Será que tem uma sequência para salvação? A quem eu devo me confessar, quem pode me perdoar? Religião salva alguém? Essas e outras perguntas e respostas em: http://www.aunicaverdadeemsuapropriabiblia.blogspot.com
    Fale para outras pessoas, por que “O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns têm por tardia: mas é longânimo para convosco, não querendo que alguns se percam, senão que todos venham a arrepender-se.” (II Pedro cap. 3 ver 8) e “Que quer que todos os homens se salvem, e venham ao conhecimento da verdade. Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo o homem. (IA Timóteo cap 2 ver 5 e 6) Seja sua bíblia, católica ou evangélica, aqui você vai tirar suas duvidas.
    http://www.aunicaverdadeemsuapropriabiblia.blogspot.com
    E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertara (João cap 8 ver 32) Se você tiver coragem de perguntar, a bíblia terá coragem de responder!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: