Fragmentos: A lei do Espírito

“Toda coisa parece ser aquilo que nela é principal”, diz o Filósofo no livro IX da Ética. Aquilo que é principal na lei do Novo Testamento, e em que toda a virtude dela consiste, é a graça do Espírito Santo, que é dada pela fé em Cristo. E assim principalmente a lei nova é a própria graça do Espírito Santo, que é dada aos fiéis de Cristo. … O que faz dizer Santo Agostinho em sua obra Sobre o Espírito e a Letra … (XXI, 36): “O que são as leis de Deus escritas pelo mesmo Deus nos corações senão a própria presença do Espírito Santo?” … Deve-se, pois, dizer que principalmente a lei nova é lei infusa, mas que, secundariamente, ela é lei escrita.

Suma Teológica I-II, q.106, a.1

Deve-se saber que se apoiando nestas palavras: “Onde está o Espírito do Senhor, aí está a liberdade”, assim como nas palavras seguintes: “Para o justo não há lei” (1Tm 1, 9), alguns ensinaram falsamente que os homens espirituais não estão submetidos aos preceitos da lei divina. O que é falso, porque os mandamentos de Deus são a regra do agir humano. …

O que foi dito do “justo para o qual não há lei”, deve-se compreender assim: não foi para os justos, que são movidos do interior às coisas que a lei de Deus prescreve, que a lei foi promulgada, mas para os injustos, sem que por essa razão os justos não sejam obrigados à lei.

Igualmente, “Onde está o Espírito do Senhor, aí está a liberdade” deve-se compreender assim: é livre aquele que dispõe de si mesmo (líber est qui est causa sui), enquanto o servo (servus) depende de seu senhor. Aquele, pois, que age por si mesmo age livremente, mas aquele que age sob o impulso de outro não age livremente. Assim, aquele que evita o mal não porque é mal, mas por causa do mandamento de Deus, este não é livre; mas aquele que evita o mal porque é mal, este é livre. Ora, é isso que realiza o Espírito Santo, que aperfeiçoa interiormente o espírito do homem por um habitus bom, de sorte que ele faça por amor o que a lei divina prescreve. Ele é assim livre, não porque se submete à lei divina, mas porque ele é impelido por seu habitus bom a fazer aquilo mesmo que a lei divina ordena.

In ad 2 Cor.3,1,lect.3, n.112

“Aqueles que são levados pelo Espírito” são “conduzidos” por ele como se é “levado” por um guia ou por um condutor. É o que faz em nós o Espírito quando nos esclarece interiormente sobre o que devemos fazer: “Teu Espírito me conduzirá” (Sl 142, 10). Mas, uma vez que aquele que é assim “conduzido” não age por si mesmo, o homem espiritual não é somente instruído pelo Espírito Santo, seu coração também é movido por ele. Deve-se, pois, dar um sentido mais forte à expressão “aqueles que são conduzidos pelo Espírito de Deus”. Diz-se que os seres que são “levados” o são por um instinto superior. Assim, dizemos dos animais que eles não se conduzem a si mesmos mas que são levados, isto é, que são movidos por sua natureza e não por seu próprio movimento a produzir certas ações. Igualmente, não é em primeiro lugar por sua própria vontade mas por um instinto do Espírito Santo que o homem espiritual é impelido a fazer alguma coisa, segundo diz Isaías (59, 19): “Ele virá como um rio impetuoso que precipita o Sopro do Senhor”, ou Lucas (4, 1), que diz de Cristo que ele foi “levado ao deserto pelo Espírito”. Isso não exclui, no entanto, que os homens espirituais ajam por sua vontade e seu livre-arbítrio, porque é o Espírito Santo que causa neles o movimento de sua vontade e de seu livre-arbítrio, conforme diz a carta aos Filipenses (2, 13): “É Deus que opera em nós o querer e o fazer”.

In ad Rom. 2,14, lect. 3, n. 635

Num segundo sentido, “a lei do Espírito” pode se entender do efeito próprio do Espírito Santo, isto é, da fé que opera pela caridade. Ela também ensina interiormente o que se deve fazer, segundo o que diz São João (1Jo 1, 27): “Sua unção vos ensinará tudo”; assim como inclina a afetividade a agir, segundo São Paulo (2Cor 5, 14): “A caridade de Cristo nos apressa”. Esta lei é, pois, chamada lei nova, seja porque ela se identifica com o Espírito Santo, seja porque o Espírito a opera em nós … E se o apóstolo acrescenta “em Cristo Jesus” é porque esse Espírito não é dado senão àqueles que estão em Cristo Jesus. Como o sopro vital natural não chega ao membro se ele não está ligado à cabeça, da mesma maneira o Espírito Santo não chega ao membro se ele não está ligado a sua cabeça, Cristo.

In ad Rom. 8,2,lect. 1, n. 602-603 e 605

Santo Tomás de Aquino

Anúncios

5 Responses to Fragmentos: A lei do Espírito

  1. Cleuir Ramos says:

    O Espirito Santo respeita o livre arbitrio do homem na escolha. Se o Espirito indica uma direção em detrimento de outra que ele homem acha melhor, na decisão atua seu livre arbítrio. O salmo 1 tras a doutrina dos dois caminhos.E Paulo como convertido e já dizia “não sou eu que vivo, mas é Cristo que vive em mim” ou seja, na conversão verdadeira dificilmente o Cristão não seguira a direção do Espirito. O Batismo é o sacramento pela qual se sepulta a natureza velha para dar lugar a uma nova natureza, segundo o Espirito. Bom: use vosso livre arbitrio para ir para o céu, ou para o distanciamento dele.

  2. Milton Markting says:

    O Espirito Santo é o guardião da Palavra e da Igreja (povo de Deus).Ele nos impulsio na evangelização e na profunda adoração a Deus

  3. David says:

    Ferdinand:
    É um tema muito amplo, mas você pode começar por esse artigo:
    https://sumateologica.wordpress.com/2010/12/09/tomas-responde-o-homem-e-dotado-de-livre-arbitrio/

  4. Giuliano says:

    Achei esta Oração interessante e deixo aqui o link dela para os interessados:

    Titulo dela é Oração Poderosa da Santa Cruz

    http://www.cientistaherbertalexandre.com/minhas-obras/obras-do-ano-de-2011/ora%C3%A7%C3%A3o%20poderosa%20da%20santa%20cruz/

  5. Ferdinand says:

    Onde fica a condução pelo Espírito em relação ao livre arbítrio humano?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: