Tomás responde: Todos os pecados humanos vêm da sugestão do diabo?

Fra Angelico, O Juízo Final (1432-1435), detalhe

Parece que todos os pecados humanos vêm da sugestão do diabo:

1. Com efeito, Dionísio afirma que a multidão dos demônios é a causa de todos os males para si mesmos e para os outros.

2. Além disso, segundo o Evangelho de João: “quem comete o pecado é escravo do pecado” (8, 34). Ora, como diz a segunda Carta de Pedro: “Alguém se entrega à escravidão daquele por quem foi vencido” (2, 19). Logo, aquele que comete o pecado é vencido pelo diabo.

3. Ademais, Gregório diz que o pecado do diabo é irreparável, porque ele caiu sem sugestão de ninguém. Por conseguinte, se os homens pecam pelo livre-arbítrio e sem sugestão de ninguém, seu pecado também seria irremediável, o que evidentemente é falso. Logo, todos os pecados humanos são sugeridos pelo diabo.

EM SENTIDO CONTRÁRIO, está dito no livro dos Dogmas Eclesiásticos: “Não é sempre o diabo que excita em nós os maus pensamentos; eles emergem algumas vezes pelo movimento de nosso livre-arbítrio”.

RESPONDO. Ocasionalmente e indiretamente o diabo é a causa de todos os nossos pecados, pois ele induziu o primeiro homem a pecar. E em seqüência deste pecado a natureza humana foi de tal modo viciada que todos nós somos inclinados a pecar. É como se dissesse que a madeira queimou por causa daquele que a fez secar. Pois uma vez seca inflama-se facilmente. Diretamente, o diabo não é a causa de todos os pecados humanos, como se persuadisse a cada um deles. Orígenes prova pelo fato de que, mesmo se o diabo não existisse, os homens não deixariam de ter o apetite dos alimentos e das coisas venéreas e de outras semelhantes. E este apetite poderia ser desordenado se a razão não o ordenasse, o que está no poder do livre-arbítrio.

Portanto, quanto às objeções iniciais deve-se dizer que:

1. A multidão dos demônios é a causa de todos os nossos males em sua primeira origem, como foi dito.

2. Alguém não se torna escravo de outrem apenas quando se é vencido por eles, mas ainda quando se submete voluntariamente a ele. É assim que aquele que peca por seu próprio movimento torna-se escravo do diabo.

3. O pecado do diabo foi irremediável porque ele o cometeu sem que ninguém lho sugerisse, sem que houvesse nenhuma inclinação para o mal causada por uma sugestão anterior. De nenhum pecado humano pode-se dizer a mesma coisa.

Fonte: ST I-II, 80, 4

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: